Serviços

Atendimento Social

Os utentes da Cáritas Diocesana da Guarda caracterizam-se por uma carência económica grave a muito grave provocada por fenómenos de natureza social e por políticas económicas que não contribuem para a ultrapassagem desta situação. Embora o envelhecimento da população portuguesa e o desemprego sejam uma constante em todo o país, são, porém, mais acentuados na nossa região por ser interior e ter um tecido empresarial muito frágil, donde decorre que a acção desenvolvida pelo Serviço de Atendimento Social é imprescindível.

O Serviço Atendimento Social rege-se pelos seguintes princípios: Promoção do bem-estar individual e familiar; eliminação e/ou reajustamento dos problemas decorrentes do estado de doença; desenvolvimento das as potencialidades do indivíduo/família; redefinição projectos de vida; avaliação das condições e características sócio culturais da comunidade; fomento da co-responsabilização e participação do indivíduo e comunidade na promoção do bem-estar.

O Serviço de Atendimento Social apoia, a diversos níveis, os públicos carenciados da área de influência da Cáritas Diocesana tendo como prioridade a distribuição de alimentos, de roupa e de outros bens, o encaminhamento de situações para as instâncias competentes. Articula a sua acção com as Cáritas Paroquiais, com a rede social e participa em projectos de intervenção comunitária. Dá prioridade aos utentes que vivem isolados, que não têm família ou são dependentes a diversos níveis.

O Serviço de Atendimento desenvolve, entre outras, as seguintes actividades:

- Actualização de um ficheiro de atendimento social composto por fichas de Informação Social Individual, através das quais se torne possível a sistematização da informação útil das beneficiárias, da sua família e rede social, ao nível social, económico e profissional.

- Atendimentos sociais das beneficiárias e seu encaminhamento quando necessário, através da articulação com outros serviços da Cáritas Diocesana da Guarda e entidades externas.

- Apoio as beneficiárias sinalizados no acompanhamento social tendo por base o levantamento de necessidades efectuado, particularmente no que respeita a atribuição de géneros alimentares, vestuário, mobiliário e outros.

- Fortalecimento de relações institucionais e outras de forma a encontrar as respostas mais adequadas às solicitações apresentadas pelas beneficiárias.

- Organização os processos de modo a garantir a eficácia da acção e a economia de tempo.

O Serviço de Atendimento Social é assegurado por uma Assistente Social.

 

Centro de Apoio à Vida - Nas(c)er

A Cáritas Diocesana da Guarda, através de um acordo de cooperação com o Centro Distrital de Segurança Social da Guarda, dispõe de Centro de Apoio à Vida – NAS©ER - com as vertentes de atendimento, acompanhamento e alojamento (Portaria n.º 446/2004 de 30 de Abril).

 

Os destinatários são mulheres [ … ]

Continuar...

 

Serviço de Apoio Domiciliário

O Serviço de Apoio Domiciliário, desempenhado pela Caritas Diocesana da Guarda abrange as aldeias do Jarmelo (Almeidinha, Devesa, Granja, Ima, Montes, Ribeira dos Carinhos e Valdeiras). O SAD conta com três Ajudantes de Acção Directa a tempo completo e uma outra a tempo parcial cuja supervisão cabe à Directora Técnica.

Continuar...