alt  

 

       

     alt   alt

 

  alt   alt   alt  

 

 

 

 

     CAMPANHA INTERNACIONAL

alt

         Veja a campanha AQUI

 

Fórum "Caritas de Portas Abertas"

 Fórum “Cáritas de Portas Abertas” debate voluntariado de proximidade e sua integração institucional

No enquadramento do Conselho Geral da Cáritas, que se vai realizar de 8 a 10 de Abril, em Quiaios, Figueira da Foz, a Cáritas Diocesana de Coimbra convida todos os interessados a participarem no Fórum - Cáritas de portas abertas – no Auditório Municipal da Figueira da Foz (junto ao CAE – parque das Abadias), no dia 10 de Abril (Domingo), às 9.00h, seguindo-se a Eucaristia, às 11.00h, na Igreja de S. Julião.

O Fórum pretende tratar o tema do voluntariado sob dois pontos de vista: o voluntariado de proximidade e a sua integração institucional. Para atingir este objectivo, a organização conta com os testemunhos do Eng. Henrique Sim-Sim, da Fundação Eugénio de Almeida de Évora, e da Dr.ª Susana Queiroga, da Fundação Instituto S. João de Deus, duas instituições onde o voluntariado é reconhecidamente concretizado de forma feliz e proveitosa. A Cáritas Diocesana de Coimbra manifesta a sua convicção de que todos – e particularmente as diversas organizações do sector social, como as IPSS e as Misericórdias – em muito poderão sair enriquecidos deste encontro-debate.

O Conselho Geral da Cáritas, que reúne este ano pela primeira vez na Diocese de Coimbra, congrega aproximadamente 80 pessoas responsáveis pelas 20 Cáritas diocesanas, Cáritas Portuguesa e Comissão Episcopal de Pastoral Social, sendo o órgão que define as grandes orientações da intervenção da Cáritas em Portugal. A realização de um fórum como este, por ocasião de um Conselho Geral, é também um modo de a Cáritas “abrir as suas portas” à comunidade, em atitude de escuta dos anseios dos homens e mulheres do nosso tempo, de partilha de experiências e inquietações, de aprendizagem de boas práticas e também uma oportunidade para avivar o perene desafio distintivo desta instituição na nossa sociedade: que toda a prática económica, social e política, mesmo num tempo de crise como este, coloque sempre o pobre e o bem comum em primeiro lugar.

 

Celebração Diocesana do Dia Cáritas

Plenário - Celebração Dia CáritasNa  proximidade do Dia Nacional da Cáritas, a 27 de Março, a Diocese de Coimbra promoveu ontem, 20 de Março, uma celebração diocesana da sua Cáritas, sob o lema "Conhecer para Amar".

A Cáritas Diocesana abriu as portas de cinco das suas 120 respostas sociais espalhadas pela diocese, e convidou as comunidades para uma visita durante a manhã, com concentração na sede de tarde, às 15.00h, para partilha da experiência destes contactos entre os cinco grupos visitantes, seguida de uma curta intervenção de D. Albino Cleto, para terminar com a Eucaristia. A parte da tarde contou ainda com a colaboração amiga do grupo de jovens de Cantanhede, que animou o tempo dos testemunhos com algumas peças musicais, bem como assumiu os cânticos da Eucaristia.

Os Equipamentos que acolheram visitantes foram o Centro Rainha Santa Isabel, a Comunidade Terapêutica Encontro, em Maiorca, os Centros S. José e S. Pedro (nos Bairros da Rosa e do Ingote), O Centro Farol e o Centro Comunitário Nossa Senhora dos Milagres, em Cernache.

Sublinham-se como notas particulares desta celebração o reconhecimento muito vivo dos participantes pela acção da Cáritas Diocesana através destas respostas sociais e o pedido reforçado de D. Albino Cleto para que as comunidades paroquiais criem serviços organizados de pastoral sociocaritativa.

O Encontro foi ainda oportunidade para apresentação do vídeo "Conhecer para Amar", sobre a Cáritas Diocesana de Coimbra, onde, para além das acções desta Instituição, se releva a motivação evangélica que lhes preside.

 

Diocese de Coimbra acolhe Conselho Geral da Cáritas

A Diocese de Coimbra acolhe, de 8 a 10 de Abril, em Quiaios, Figueira da Foz, o Conselho Geral da Cáritas em Portugal, órgão estatutário desta organização eclesial, que reúne ordinariamente duas vezes por ano, sob a presidência da Comissão Episcopal da Pastoral Social, no qual se definem as grandes orientações para a intervenção da Cáritas nas dioceses, no país e nas relações institucionais com outras federações da Cáritas a nível internacional.

O Concelho Geral congrega as 20 Cáritas diocesanas e a Cáritas Portuguesa, envolvendo quase uma centena de pessoas, entre Direcções, voluntários e convidados. A orientação dos trabalhos é da responsabilidade da Cáritas Portuguesa, que também assume a responsabilidade de dar execução às decisões tomadas, normalmente definidas num Programa anual, com orçamento aprovado no mesmo Conselho.

De há uns anos para cá, instaurou-se a prática de realizar um dos dois Conselhos anuais numa “diocese de acolhimento”, sendo que a Diocese de Coimbra acolhe pela primeira vez esta reunião plenária, contando para isso com as instalações renovadas  do Centro Quiaios ComVida, na Praia de Quiaios.

Neste Conselho vão estar particularmente em foco a análise da evolução da situação económica e social do país, na perspectiva da Cáritas, e o incremento do voluntariado, uma das linhas orientadoras da acção Cáritas para o triénio 2010-2012. Para além da discussão interna, haverá um Fórum sobre o voluntariado – “Cáritas de portas abertas” – no Auditório Municipal da Figueira da Foz, aberto a toda a comunidade. Prevê-se ainda que um tempo significativo do debate seja sobre a participação da Cáritas no funcionamento e consolidação do Fundo Social Solidário (criado recentemente pela Conferência Episcopal Portuguesa) bem como da conciliação dos dois “observatórios” em fase de implementação, um da Cáritas (NOS – Núcleo de Observação Social, criado em 2008) e outro criado pela Conferência Episcopal Portuguesa (Observatório Social) aquando da criação do Fundo Social Solidário.

Os Conselhos Gerais da Cáritas costumam ser um tempo de partilha de experiências muito rica entre as diferentes Cáritas diocesanas, e oportunidade de excelência para o lançamento e clarificação de orientações para a acção social da Igreja em Portugal, pela Comissão Episcopal de Pastoral Social (C.E.P.S.). No contexto da crise, das diversas tomadas de posição da C.E.P.S. e das temáticas propostas à discussão do Conselho, são grandes as expectativas em relação às “Conclusões” do mesmo, e particularmente em relação às linhas de orientação pastoral que D. Carlos de Azevedo irá apresentar.

 

Ajuda ao Haiti - unidade de saúde móvel

Depois de visita da Direcção ao Haiti, a Cáritas de Coimbra redifine ajuda àquele país para uma unidade de saúde materno-infantil móvel. Ver Movimento de Março de 2011.

 

650 figurantes no desfile de Carnaval do ATL

Os Centros de Actividades de Tempos Livres (ATL) da Cáritas Diocesana de Coimbra desfilaram nesta segunda feira de carnaval na Baixa de Coimbra, subindo depois até ao Sereia. Participaram 650 crianças adolescentes e jovens, que além de encherem Coimbra de animação, som e cor, ainda deixaram, "reciclando a crise", muita crítica social no ar!  Veja as fotos e o vídeo na nossa galeria.

 

20 de Março - Venha celebrar connosco!

A nível nacional, o Dia da nossa Instituição – a Cáritas – celebra-se a 27 de Março (3º Domingo da Quaresma). Mas vamos também fazer uma celebração diocesana no dia 20 de Março (no Domingo anterior)  em que vamos abrir as portas da(s) nossa(s) casa(s) a todas as pessoas que nos queiram visitar. Para amar, é preciso conhecer! E nós queremos ser uma porta aberta para toda a diocese nos conhecer. Escolhemos 5 equipamentos/intervenções:

Comunidade Terapêutica (Maiorca) – vai receber pessoas/grupos dos arciprestados de Figueira da Foz, Montemor-o-Velho, Soure e Pombal ;

Centro Rainha Santa Isabel – Arciprestados de Lousã/Miranda, Cantanhede, Mira e Mortágua;

Centro Farol – arciprestados de Oliveira do Hospital, Arganil, Tábua, Pampilhosa da Serra e Penacova;

Bairro da Rosa (em Coimbra) – arciprestados de Mealhada e Coimbra Norte, Sul e Urbana;

Centro de Acolhimento Temporário (Cernache) – arciprestados de Ansião, Penela, Alvaiázere, Ferreira do Zêzere, Figueiró dos Vinhos e Condeixa-a-Nova.

O Programa é:

9.30h- Acolhimento nos Equipamentos (conforme os arciprestados indicados), com programa próprio, a terminar com o almoço, às 13.00h.

15.00h – Concentração na Sé Nova, com testemunhos das experiências vividas.

16.00h – Eucaristia.

17.00h - Encerramento

As pessoas interessadas devem inscrever-se até 16 de março junto da Cáritas de Coimbra.

 

RSI e CAS em entrevista rádio

Oiça a entrevista com as Dras Ana Paula Cordeiro, do Centro de Apoio Social, e Margarida Silva, do Rendimento Social de Inserção, ao Clube de Comunicação Social de Coimbra.