Animação Pastoral


+ Próximo - Ação Social Paroquial

alt

Apostando na organização do pilar social da igreja e na formação dos agentes pastorais, a Cáritas Portuguesa com este projeto, pretende fazer caminho na estruturação de um modelo nacional para a intervenção social de proximidade da Igreja em Portugal, reforçando a formação das pessoas, das comunidades e instituições católicas locais no desenvolvimento espiritual e social, de forma sustentada e duradoura. A nossa aposta aponta para a construção de um modelo de formação nacional, baseado num sistema descentralizado de formação (por Diocese, utilizando formadores locais), utilizando materiais de base nacionais devidamente reconhecidos e aceites pela hierarquia da Igreja Portuguesa.


Reforçar competências, animar e promover a criação de grupos em todas as comunidades paroquiais e melhor a cooperação entre os organismos e movimentos de ação social e caritativa já existentes. Esta é uma opção estratégica assumida pela Cáritas para os próximos anos. O projeto "+ Próximo" ganha, desta forma, relevo como instrumento de resposta à crise ao desenvolver atividades transversais de sensibilização que envolvem todos os cristãos e as organizações da Igreja envolvidas na pastoral social de proximidade. A abordagem projetada, apoia-se fundamentalmente no esforço de gerar consensos quanto à forma de organização e de cooperação entre os organismos sócio–pastorais; na construção de materiais formativos; na formação de formadores Diocesanos e de agentes paroquiais de ação social.

Actividades e fases de execução

Para iniciar a reflexão e a construção de um modelo de formação nacional, a Cáritas Portuguesa convidará um conjunto de personalidades portuguesas ligadas à acção social e envolverá a Conferência Episcopal Portuguesa no acompanhamento dos trabalhos. Ao longo do processo procurará sempre o trabalho em parceria com representantes da sociedade e da Igreja Portuguesa, envolvendo, animando, tentando sempre criar pontes e novas soluções.

Para a construção de materiais nacionais, a Cáritas Portuguesa constituirá uma equipa multidisciplinar, que cruzará vários olhares e sensibilidades de forma a definir um conjunto de princípios e conteúdos que serão a base da formação dos agentes de acção de proximidade.

Os conteúdos a construir e a formação a ministrar apostarão no envolvimento da comunidade eclesial em geral «como exigência da vida da própria comunidade cristã» para que possa envolver todos os que a ela pertencem nas iniciativas a favor dos pobres, assegurando que exista um grupo organizado que, em nome da comunidade, concretize a caridade desta, capacitando-os para que, como nos exorta Bento XVI, “a actividade caritativa da Igreja mantenha todo o seu esplendor e não se dissolva na organização assistencial comum, tornando-se uma simples variante da mesma.” (DCES 31), apostando no principio que a nossa acção social seja capaz de tornar possível a livre e responsável participação dos seus destinatários, não os reduzindo apenas a serem objecto da nossa caridade.


para aceder aos materiais de formação
e para outras informações
:

Centro de recursos Cáritas


Notícias relacionadas:

Ação Social da Igreja feita de proximidade

Doutrina Social da Igreja: novo conteúdo do programa "+Próximo"

Solidariedade ou fraternidade

"Atendimento de Proximidade"

Beja na estrada com projeto "+Próximo"

Cáritas de Santarém tem nova direção

"+Próximo" avança por todo o país

Equipa do projeto +Próximo" no Algarve

"+Próximo" para uma melhor ação social

Projeto "+Próximo" apresenta materiais pedagógicos

"+Próximo" de Viseu, Lamego e Guarda

Novo impulso ao projeto "+Próximo"

e-max.it: your social media marketing partner