Animação Pastoral

“ O amor ao próximo, radicado no amor de Deus, é um dever, antes de mais, para cada um dos fiéis, mas é-o também para a comunidade eclesial inteira.” (Deus caritas est, 20)

“A natureza íntima da Igreja exprime-se num tríplice dever: anúncio da Palavra de Deus, celebração dos sacramentos, serviço da caridade. São deveres que se reclamam mutuamente, não podendo um ser separado dos outros.

Portanto, também, o serviço da caridade é uma dimensão constitutiva da missão da Igreja e expressão irrenunciável da sua própria essência; todos os fiéis têm o direito e o dever de se empenharem pessoalmente por viver o mandamento novo que Cristo nos deixou, oferecendo ao homem contemporâneo não só ajuda material, mas também refrigério e cuidado para a alma.

A Igreja é chamada à prática da diakonia da caridade também a nível comunitário (...), por isso, há necessidade também de «organização enquanto pressuposto para um serviço comunitário ordenado», uma organização articulada mesmo através de expressões institucionais”. (Deus Caritas est, 25)


e-max.it: your social media marketing partner